? ºC Porto Velho - RO

Cidades

04/05/2018 09:17 Fonte: Poder 360

Governo prepara mudança de até 15.000 venezuelanos para interior do país

O governo prepara 1 processo de envio de até 15 mil venezuelanos de Roraima para o interior de todo o país. Nesta 6ª feira (4.mai.2018) 233 venezuelanos sairão de Boa Vista (RR) e viajarão a Manaus (AM) e São Paulo (SP).

O deslocamento faz parte de uma estratégia do governo chamada interiorização. É a 2ª leva de imigrantes da Venezuela que é encaminhada ao interior do país. Na

Nesta 6ª feira, 69 imigrantes viajarão a São Paulo e 164, a Manaus. O número é uma estimativa da Casa Civil e da OIM  (Organização Internacional para as Migrações). Podem haver desistências por parte dos venezuelanos.

A Superintendência da Polícia Federal em Roraima afirma que há 43 mil pedidos de refúgio em processo. Esse número é crescente desde 2016, quando 3.800 imigrantes entraram com o processo. Em 2017, esse número subiu para 22 mil. De janeiro a abril de 2018, o patamar praticamente dobrou.

Poder360 viajou a Boa Vista, em Roraima, a convite da Casa Civil, da Presidência da República. O voo de ida, na 5ª feira (3.mai) levou suprimentos aos imigrantes.

COMO É O PROCESSO

Segundo a representante da Acnur no Brasil, Isabel Marquez, os imigrantes venezuelanos que optam por viajar ao interior do Brasil recebem 1 acompanhamento durante o processo.

“É feito 1 grupo de trabalho. A 1ª leva foi há 1 mês. Há abrigos públicos e privados, da sociedade civil”, afirmou. “A ONU cuida daqueles da sociedade civil. O Ministério do Desenvolvimento Social, daqueles que são públicos. Não é perfeito. É 1 trabalho em andamento”, disse.

O prazo para que deixem os abrigos nas demais cidades é de 3 a 6 meses. Esperam que haja a inserção dos imigrantes no mercado de trabalho local. Não houve anúncio de parcerias com empresas para a recepção desses venezuelanos.

Em Boa Vista, imigrantes reclamam de não conseguir empregos por causa de preconceito de alguns empresários com venezuelanos. “Alguns pagam pelos erros de alguns mal intencionados, talvez”, disse Ismael Medina, que veio da Venezuela sozinho há pouco mais de 1 mês e viaja a São Paulo nesta 6ª feira.

O venezuelano Ismael Medina será transferido para São Paulo nesta 6ª (4.mai)Gabriel Hirabahasi/Poder360 – 3.mai.2018

Há em Boa Vista 7 abrigos, quase todos com mais imigrantes que a capacidade total. A equipe de recepção planeja construir mais 2 abrigos. O total de venezuelanos que será possível abrigar será de 5.500 a 6.000, segundo o general Eduardo Pazuello, chefe da força-tarefa em Boa Vista.

Os abrigos são compostos, em geral, por barracas com capacidade para de 5 a 6 pessoas.

Há pessoas que não conseguem vagas nos abrigos por causa da superlotação dos locais. O governo calcula que há ainda 1.300 venezuelanos nas ruas em situação de vulnerabilidade.

Há relatos de insegurança em meio às barracas durante a noite. Militares fazem a guarda do local.

Militares são responsáveis pela guarda dos abrigos de venezuelanos em Boa Vista (RR)

POR QUE ISSO É IMPORTANTE

Relatório da ONU apontou que mais de 1 milhão de venezuelanos já deixaram seu país natal. O Brasil é o 3º principal país do fluxo migratório em número de pedidos de reconhecimento de status de refugiado.

Até dezembro de 2017, perdia apenas para Espanha (103 mil) e Estados Unidos (15,6 mil), segundo a Acnur.

A governadora de Roraima, Suely Campos, pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) o fechamento da fronteira do Estado com a Venezuela. O presidente Michel Temer se posicionou contra a demanda.

A situação política da Venezuela tem sido alvo de discussão entre os países da América Latina e constantemente é tópico de discurso de Temer e seus auxiliares.

 

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo