? ºC Porto Velho - RO

Geral

12/03/2018 10:05 TNH1

Matança de 31 cães na Paraíba foi "contenção sanitária" autorizada pela Prefeitura

Uma chacina de cachorros de rua e domésticos na cidade de Igaracy, Sertão da Paraíba, provocou uma onda de revolta entre moradores de todo o estado e, agora, do Brasil, após a repercussão do fato nas redes sociais.

 

Segundo informações colhidas pelo Ministério Público Estadual da Paraíba, 31 cães foram recolhidos das ruas da cidade na terça-feira passada, dia 6, e foram mortos a pauladas, como "medida de contenção sanitária".

O ato foi autorizado e praticado por servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Igaracy, entre eles, o próprio secretário, José Carlos Maia, médico veterinário. Após pedido do MP, ele foi exonerado do cargo pela Prefeitura, e deve responder a procedimento administrativo junto ao Conselho Regional de Medicina Veterinária para que sejam aplicadas as sanções devidas.

A matança

De acordo com relatos de moradores nas redes sociais, uma “carrocinha” improvisada com um caminhão equipado com grades na carroceria, percorreu as ruas da cidade na terça-feira recolhendo todos os cães que estavam soltos, sem distinguir os que possuíam dono e os que poderiam estar saudáveis.

 A ação, que parecia ser em prol do tratamento dos animais, foi descoberta no dia seguinte, depois que o mau cheiro dos bichos já mortos começou a ser percebido, perto do fórum, situado em um local mais afastado da zona urbana, ainda segundo os moradores.

Fotos e vídeos divulgados por internautas durante toda a semana mostram o ambiente onde os cães foram mortos. No piso, uma lama de sangue revela que o sacrifício dos animais não seguiu nenhum protocolo para evitar que eles sofressem.

Em entrevista ao Cidade Alerta Paraíba, da TV Correio, Record TV, o agora ex-secretário disse que os animais foram sacrificados como "medida de contenção sanitária e proteção à saúde da população", após pedido da Câmara de Vereadores. Para avaliar se estavam mesmo doentes, ele afirma que foi feita avaliação clínica, mas não apresentou laudos de exames.

 “Temos uma grande população de animais soltos na rua, sem dono, animais apresentando comportamento de selvageria. Muitos, com quadro de doenças terminais, descamação de pele, ulcerações, emagrecimento, comportamento agressivo, colocando em risco a saúde e a integridade dos munícipes”, declarou.

A Prefeitura emitiu nota onde informa que colabora com as autoridades e que determinou que fosse instaurado procedimento administrativo para proceder à apuração do caso

A população da Paraíba não se conformou. Um protesto na capital, João Pessoa, está marcado para ocorrer neste domingo (11), às 15h30, no busto de Tamandaré. O ato deve contar com manifestantes vestindo preto e seus animais de estimação.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo