? ºC Porto Velho - RO

Geral

25/04/2018 11:12 Fonte: Da redação/ IZ

Cirrose: a doença silenciosa que pode afetar também não alcoólatras

Engana-se quem pensa que a cirrose é um problema que afeta apenas quem consome bebidas alcoólicas em exagero. Segundo Eduardo Ramos, cirurgião geral do Hospital Nossa Senhora das Graças, a doença que afeta as células do fígado, prejudicando a circulação do sangue que passa pelo órgão, pode ser causada por outras patologias. “A cirrose pode ser originada pela hepatite B e C, pela esteopatite não alcoólica, que é o acúmulo de gordura no interior das células do fígado, pela cirrose biliar primária e secundária, entre outras”, conta.

Trata-se de uma doença silenciosa, com poucos sintomas até estar em uma fase avançada. “Os sintomas nessa fase são sangramentos digestivo, água na barriga, confusão mental, alterações renais, perda de massa muscular, aranhas vasculares, e infecções”, afirma.

O tratamento vai depender das causas, dos sintomas e das complicações. “Para as aranhas vasculares os pacientes devem realizar endoscopia digestiva alta. Já para a ascite, que é a água na barriga, o paciente deverá restringir ou evitar o uso de sal e fazer uso de diuréticos. E assim por diante”, comenta.

Baseando-se no diagnóstico, o médico vai dar o prognóstico do paciente em relação à doença. No caso da cirrose, a pessoa poderá viver vários anos. “Dependendo do grau de comprometimento do fígado. Sintomas como ascite e varizes de esôfago que sangraram indicam doença avançada”, ressalta.

Para evitar a cirrose é necessário impedir as causas de hepatite e fazer o tratamento adequado no caso dos sintomas. “Não se deve compartilhar materiais que tenham sangue, como escova de dentes, giletes e material de manicure. As relações sexuais devem ser com proteção. Não utilizar drogas ilícitas, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas”, finaliza.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo